FANDOM


Dr. Malcolm Polstead foi um acadêmico da Faculdade Jordan, na Universidade de Oxford, na Bretanha, que orientava a pesquisa de Lyra Belacqua. Quando ele tinha 11 anos, Malcolm conheceu e cuidou de Lyra durante a Grande Enchente em 1986, e junto de Alice Parslow, protegeram ela de Gerard Bonneville enquanto tentavam chegar em Londres para entregá-la a Lorde Asriel.

Durante a sua infância, Malcolm se aproximou de Hannah Relf, que o recrutou, mesmo que acidentalmente a principio, como um informante da Rua Oakley. Seu dæmon era Asta, um gato alaranjado.

Biografia Editar

Infância n'A Truta Editar

Quando criança, Malcolm viveu com seus pais na estalagem A Truta, perto de Oxford e ajudava na taverna, servindo os clientes. Ele frequentou a Escola Elementar Ulvercote, além de fazer alguns serviços gerais para as freiras do Convento de Godstow além do Rio Tâmisa. Em seu tempo livre, ele gostava de brincar com seu dæmon em sua canoa, La Belle Sauvage. Ele também frequentava a mercearia da Sra. Carpenter.

Os visitantes da estalagem deixavam Malcolm curioso e ele apreciava as conversas e discussões que tinha com eles, assim como o tempo que passava com as freiras. Malcolm cresceu interessado em ser um acadêmico, um astrônomo ou um teólogo experimental.

Conhecendo Hannah Relf Editar

Quando Malcolm tinha 11 anos, ele se tornou amigo da aletiometrista Hannah Relf, uma acadêmica da Faculdade de Santa Sophia e membro da Rua Oakley. Eles se conheceram após Malcolm recuperar uma das intricadas nozes de carvalho usadas pela organização a qual ela pertencia. Hannah, preocupada porque a noz havia desaparecido, consultou o aletiômetro da Biblioteca Bodleiana para encontrá-la. O aletiomêtro direcionou ela a Malcolm, que a havia recuperado sob um arbusto onde Robert Luckhurst a havia deixado. Havia sido preso e estrangulado pelo Tribunal Consistorial de Disciplina.

Hannah recrutou Malcolm como um informante casual sobre todas as coisas incomuns que aconteciam ao redor de Oxford, uma vez que ele estava em uma posição privilegiada ao trabalhar em uma estalagem sempre bastante frequentada e sua amizade com as freiras. Devido à falta de bibliotecas gratuitas em Oxford e pela escola Ulvercote ser considerada ensino técnico, Hannah emprestava livros de sua coleção pessoal à Malcolm como parte de sua troca de informações, entre eles O Corpo na Biblioteca, A Estranha História do Quantum, O Caminho da Seda e Uma Breve História do Tempo. Comumente aos sábados, Malcolm ia até a casa de Hannah para lhe contar o que havia descoberto de importante e pegar livros novos, após conversar sobre os que ele havia lido.

Conhecendo Lyra Belacqua Editar

Malcolm passou a cuidar de Lyra assim que ela chegou ao convento, quando ainda era um bebê e havia sido deixada lá para ser cuidada pelas freiras à pedido de Lorde Asriel. Encantado com ela, ele se tornou seu protetor e era extremamente cuidadoso ao menor sinal de ameaça, uma vez que o TCD estava atrás dela. Quando Lorde Asriel visitou a estalagem, Malcolm o levou até o convento em sua canoa, para que ele pudesse visitá-la sem alertar seus inimigos; Malcolm assistiu, curioso, enquanto Asriel segurava Lyra e falava com ela, e a mostrava a lua para ela. Malcolm, então, permitiu que ele fugisse do TCD em sua canoa, a qual Asriel enviou, depois, ao melhor barqueiro da Inglaterra para ser reparada e pediu a Coram van Texel para devolvê-la a Malcolm.

ReferênciasEditar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.